SMS - Serviços Municipalizados de Setúbal

Rede de recolha de resíduos

Em 2022 foram produzidos mais de 76 mil toneladas de resíduos urbanos no Município de Setúbal, o que corresponde a uma produção diária de cerca de 208 toneladas. Para recolher estes resíduos, existe no município uma rede de contentores, num total de cerca de 9 mil espalhados pelo concelho, e uma variedade de modelos de recolha, que a seguir detalhamos.

Fique a conhecer o sistema de recolha de resíduos no concelho e as entidades envolvidas:

 

Resíduos indiferenciados

Os resíduos indiferenciados são os resíduos produzidos nas nossas casas e entidades equiparadas, que não são separados. Os Serviços Municipalizados de Setúbal são a entidade responsável pela recolha dos resíduos indiferenciados em Setúbal, desde 18 de dezembro de 2022, disponibilizando este serviço público seis dias por semana (de 2ª feira a sábado).

O sistema implementado para a recolha destes resíduos corresponde ao modelo de contentorização coletivo, nalgumas zonas enterrado e noutras à superfície.

No mapa, em baixo, pode consultar a localização dos contentores indiferenciados, por freguesia.

Resíduos recicláveis

Os resíduos passíveis de serem reciclados têm de ser separados pelos produtores dos resíduos e colocados nos respetivos contentores.

Em Setúbal, a recolha deste tipo de resíduos conjuga duas modalidades distintas: a contentorização coletiva com contentores azuis, amarelos e verdes (ecopontos) disponíveis na rua para todos; e a recolha porta-a-porta, com contentores mais pequenos distribuídos aos munícipes, que são apenas colocados na rua para serem recolhidos em dias e horários específicos.

Papel/cartão, plástico/metal e vidro

Azul, amarelo e verde. As três cores correspondem a cada um dos três fluxos dos ecopontos:  papel/cartão, plástico/metal e vidro.

Em Setúbal existem mais de 400 ecopontos distribuídos pelo concelho, sendo esta recolha seletiva assegurada pela empresa AMARSUL, S.A – Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos, detentora do sistema de tratamento de resíduos. Existem também contentores isolados para vidro, papel ou embalagens, em cerca de 50 pontos específicos do Município.

A recolha destes resíduos, que se destinam à reciclagem, é feita nos contentores coletivos na maior parte do concelho, embora algumas zonas estejam contempladas com o sistema de recolha porta-a-porta, face à tipologia das habitações (moradias) que facilita este sistema de recolha.

Consulte em baixo o mapa com os ecopontos do concelho:

No site da Amarsul pode ainda aceder a mais informações sobre os dias das respetivas recolhas de resíduos.

Se tiver alguma dúvida, quiser fazer alguma reclamação/sugestão ou pedir mais informações, pode falar diretamente com a Amarsul através do endereço atendimento@linhadareciclagem.pt ou da Linha da Reciclagem – 800 911 400. O número é público, gratuito e nacional e funciona de segunda a sexta-feira, das 09h00 às 20h00. Mais informações em www.linhadareciclagem.pt


RECOLHA PORTA-A-PORTA GRATUITA PARA ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS

A Amarsul disponibiliza um serviço de recolha seletiva de papel/cartão e de vidro porta-a-porta junto dos estabelecimentos comerciais e nas zonas residenciais onde também há recolha de biorresíduos (resíduos orgânicos).

Se é proprietário de um estabelecimento comercial e se entende que a produção destes resíduos é excessiva para colocar no ecoponto mais próximo, solicite o serviço gratuito de recolha porta-a-porta entrando em contacto com a Amarsul.

Saiba mais através do endereço atendimento@linhadareciclagem.pt ou da Linha da Reciclagem – 800 911 400. 

Biorresíduos

A recolha de biorresíduos  ou resíduos orgânicos começou em Setúbal, em 2021, ainda com a chancela da Câmara Municipal de Setúbal, sendo agora assegurada pelos Serviços Municipalizados.

Os resíduos considerados orgânicos são: restos de confeção de refeições, incluindo ossos, espinhas, cascas de ovos, borras de café e guardanapos de papel usados. Também se juntam a estes alguns dos resíduos de jardinagem.

O projeto abrange, de forma faseada, zonas específicas do concelho (cerca de 50 mil habitantes), mas pretende-se que numa fase posterior todo o concelho seja abrangido pela recolha de biorresíduos. 

Considerando o tipo de habitação e com vista a uma maior eficiência na captação destes resíduos, foram implementadas duas modalidades de recolha:

  • Zonas de Prédios (com maior densidade populacional): a recolha é feita em contentores coletivos e enterrados;
  • Zonas de Moradias (com menor densidade populacional): recolha porta-a-porta em contentores individuais recolhidos em dias específicos.

    O investimento realizado neste projeto ascende aos 2,6 milhões de euros e integra uma componente de inovação tecnológica associada ao sistema de controlo de acesso e registo dos utilizadores dos contentores de biorresíduos. Mais informação sobre o projeto no separador seguinte.

Conheça em baixo a rede de recolha dos biorresíduos: 

 

Outros Resíduos

ÓLEOS ALIMENTARES USADOS

Porque devemos separar o óleo alimentar usado e colocá-lo nos contentores para ser reciclado? 

Ao depositar o óleo alimentar nos contentores dedicados está a garantir que este resíduo é encaminhado para reciclagem, prevenindo o entupimento de condutas e contribuindo para a diminuição da poluição da água, do ar e do solo. Além disso, o óleo alimentar usado pode ser reciclado e transformado em biodiesel, um combustível menos poluente do que os combustíveis fósseis, sabão ou detergente, por exemplo.

Como e onde depositar o óleo alimentar: Consulte toda a informação aqui.

 
EQUIPAMENTOS ELÉCTRICOS, ELETRODOMÉSTICOS, PILHAS E LÂMPADAS

Porque devemos colocar estes materiais nos contentores adequados para a reciclagem? 

  • Muitos destes equipamentos e produtos, que fazem parte do nosso dia-a-dia, têm componentes que são considerados perigosos para a natureza, por isso, têm de ser “despoluídos” antes de serem encaminhados para a reciclagem
  • Muitos materiais podem ser valorizados, evitando a extração de matérias-primas virgens. Por exemplo, o aço de uma torradeira é suficiente para produzir 25 latas para uso alimentar.
  • Alguns materiais são facilmente recuperados face ao seu valor no mercado. Por exemplo, um telemóvel é um depósito de metais preciosos, como ouro, prata, bronze e platina.  

    Para facilitar a localização de pontos de receção destes resíduos procure aqui: https://ondereciclar.pt/map.  Alguns supermercados também disponibilizam contentores para a deposição estes resíduos.

 

Agora faça a sua parte, separe o máximo de resíduos e coloque nos respetivos contentores!